Informações sobre a toxoplasmose, causas, sintomas, prevenção e tratamento da toxoplasmose, identificando os diversos tipos existentes, contribuindo para um maior conhecimento da população em relação a este grave problema de saúde, de modo a promoverem medidas preventivas adequadas.


sábado, 6 de setembro de 2014

Sinais Clínicos de toxoplasmose

Em indivíduos imunocompetentes, a infecção com T. gondii é geralmente assintomática.
Aproximadamente 10 a 20% dos pacientes desenvolvem linfadenite ou uma síndrome leve, semelhante à gripe, caraterizada por febre, mal-estar, mialgia, dor de cabeça, dor de garganta, linfadenopatia e erupção cutânea. Em alguns casos, a doença pode imitar a mononucleose infeciosa. Os sintomas geralmente desaparecem sem tratamento dentro de semanas a meses, embora nalguns casos, possa levar até um ano. Sintomas graves, incluindo miosite, miocardite, pneumonite e sinais neurológicos, incluindo paralisia facial, alterações de reflexos graves, hemiplegia e coma, são possíveis, mas raros. Toxoplasmose com uveíte, frequentemente unilateral, pode ser vista em adolescentes e adultos jovens; sendo que, esta síndrome é muitas vezes o resultado de uma infeção congênita assintomática ou o resultado tardio de uma infeção pós-natal.
Infeções adquiridas durante (ou, raramente, um pouco antes) a gravidez podem levar a toxoplasmose congênita no bebê. Os sintomas são geralmente devidos a infeção do cérebro e/ou da retina em desenvolvimento. A incidência e severidade da doença varia de acordo com o estado da gravidez; e infeções são menos propensas a atravessar a placenta durante o primeiro trimestre, mas são mais graves quando o fazem. O espectro da doença varia de toxoplasmose congênita grave, caraterizada por coriorretinite, hidrocefalia, convulsões e calcificações intracerebrais, para casos leves com visão apenas ligeiramente diminuída. Doença ocular é geralmente bilateral; e o sintoma mais comum é a coriorretinite, mas estrabismo, nistagmo e microftalmia também podem ser vistos. Os bebês infetados no final da gestação podem ter uma febre, exantema, hepatomegalia, esplenomegalia, pneumonia ou uma infeção generalizada. Muitas crianças infetadas são assintomáticas no nascimento; no entanto, a maioria vai desenvolver deficiência de aprendizagem e deficiência visual ou situações mais severas, como infeções que colocam risco de vida mais tarde na vida, se não tratada. Abortos e natimortos também pode ser vistos, especialmente quando a infeção ocorre durante o primeiro trimestre de gravidez.
A toxoplasmose é muitas vezes grave em pacientes imunodeprimidos. Doença neurológica é o sinal mais comum, especialmente em infeções reativadas. Encefalite, com sintomas de dor de cabeça, desorientação, sonolência, hemiparesia, alterações de reflexo e convulsões, podem levar ao coma e à morte. Necrose da multiplicação do parasita pode causar múltiplos abscessos no tecido nervoso, com sintomas de uma lesão massiva. Coriorretinite, miocardite e pneumonite também podem ocorrer.

Índice dos artigos relativos a Toxoplasmose

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL